Temas católicos, Liturgia diária, Salmos, Santos do dia, Mandamentos...

MandamentosCategory Archives

Mandamentos

Lei de Deus..OS MANDAMENTOS
MANDAMENTOS CAMINHO DE LIBERTAÇÃO

Estudando os mandamentos, conhecemos melhor nosso compromisso como filhos de Deus, assumindo-os como forma de bem viver.

1º – Amar a Deus sobre todas as coisas.
Jesus resume a essência e o espírito da vida humana num ato único em duas frases inseparáveis: “amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo”.Mc 12, 29-31.
“Amarás o Senhor teu Deus de todo o coração, de toda a alma e de todo o entendimento”. (Mt 22,37).
Lembre-se que meu amor vale mais que dinheiro, poder e prazer. Estes são ídolos que enganam. Não se curvem diante deles. Se corresponderem ao meu amor, a minha benção acompanhará vocês, seus filhos, seus netos e bisnetos.

2º – Não tomar seu Santo nome em vão.
Usem o meu nome somente para promover a vida e defender a justiça, e recolherão os seus frutos. O nome de Deus é sagrado. O nosso nome também é sagrado. Ninguém gosta de ter o nome sujo na praça. Foi dito aos antigos: não perjurarás… Eu porém vos digo: não jureis em hipótese alguma: nem pelo céu, porque é o trono de Deus, nem pela terra, porque é o apoio dos nossos pés, nem por Jerusalém, porque é acidade do grande rei. Não jureis por tua cabeça, porque não podes tornar branco ou preto um só cabelo. Que o vosso falar seja: sim, se for sim; não, se for não. O que disseres além disso vem do maligno. Mt, 5, 33- 37.

3º – Guardar domingos e festas de guarda.
Criei vocês para a vida plena. Colaborem com minha obra de criação, guardem dias e momentos para celebrar o meu nome por vocês, para lembrar meus benefícios e minhas palavras. Colaborem com minha obra de criação através de seu trabalho e criatividade. Mas guardem também dias e momentos para o descanso, o lazer, a festa e a convivência. Garantam estes direitos a todos. Muitas pessoas, hoje, por questão de sobrevivência precisam trabalhar aos domingos. Para estas pessoas deve-se pensar em outros dias de folga, de lazer e de oração.

4º – Honrar Pai e Mãe.
Honra teu pai e tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te dá. (Ex, 20,12). O próprio Jesus recorda a força desse “mandamento de Deus”, (Mc- 7,8-13). O apóstolo ensina: “Filhos, obedecei a vossos pais, no Senhor, pois isso é justo. Honra teu pai e tua mãe é o primeiro mandamento com promessas: para seres feliz e teres uma longa vida sobre a terra. (Ef 6,1-3). Filhos, respeitem seus pais também quando forem idosos. Pais, respeitem seus filhos. Esposos, respeitem-se mutuamente. Assim viverão felizes e a vida se prolongará e se tornará plena.

5º – Não matar
Respeitem e promovam a vida. Sejam agentes de transformação diante das ameaças à vida: fome, drogas, aborto, guerra, pena de morte, violência, injustiça… Promovam a verdadeira vida pela vivência do amor, do perdão, da misericórdia. Preservem a natureza, geradora de vida para todos os seres. Ouvistes o que foi dito aos antigos: “Não matarás. Aquele que matar terá que responder ao tribunal”. Eu, porém, vos digo, todo aquele que se encolerizar contra seu irmão terá que responder no tribunal. (Mt 5,21-22).

6º – Não cometer adultério.
Respeitem-se mutuamente, vivendo o amor e a sexualidade com responsabilidade. Respeitem os laços matrimoniais. O amor de uns para com os outros é o maior dom que lhes dei como experiência do meu amor por vocês. Vivam este amor como dom divino e força criadora de vida nova. “Ouvistes o que foi dito: não cometerás adultério. Eu porém vos digo: todo aquele que olhar para uma mulher com desejo libidinoso, já cometeu adultério com ela no seu coração”. (Mt 5,27-28).

7º – Não roubar.
É considerado roubo acumular bens, enriquecer explorando os pobres, desviar dinheiro de obras públicas, cobrar impostos e não beneficiar o povo com escolas, esgoto, luz, água, limpeza pública, estradas, saúde pública, moradia…, não pagar salário justo. É também furto a falta de zelar pelos bens da comunidade: quebrar telefone público, luz da rua, objetos da escola e da comunidade, árvores, jogar pedras, lixo nas propriedades alheias. Quem faz isso está se apropriando do que não é seu. É preciso devolver o que se pede emprestado. O sétimo mandamento prescreve a prática da justiça e da caridade na administração dos bens terrenos e dos frutos do trabalho dos homens.

8º – Não levantar falso testemunho.
Sejam um povo honesto. Evitem: julgamento leviano, calúnia e maldição, mentira e falsidade, corrupção, manipulação, juramento falso, impunidade diante da injustiça. Eu lhes dou estes mandamentos para que todos tenham vida e a tenham em abundância. Ouvistes o que foi dito aos antigos: ” não perjurarás, mas cumprirás os teus juramentos para com o Senhor. (Mt 5,33).

9º – Não cobiçar a mulher do próximo.
Este mandamento vale tanto para a mulher como para o homem, tanto para casados, como para solteiros. Destacamos de modo especial a presença da mulher, cobiçada na sociedade enquanto objeto de propaganda, prostituição, mão de obra barata, dupla jornada de trabalho e ainda com poucas chances de ocupar espaço nas áreas sócio-econômica. Todo aquele que olha para uma mulher com desejo libidinoso, já cometeu adultério com ela no seu coração. (Mt 5,28).

10º – Não cobiçar as coisas alheias.
Sejam solidários. Saibam partilhar dons e bens, evitem acumulação de bens materiais. Todos têm direito à propriedade. Por isso, este direito deve ser garantido a todos, e deve ser respeitado. Os bens públicos sejam usados em benefício do povo que é seu legítimo dono. Assim se evitará que alguns cheguem a cobiçar o que não lhes pertence.”Não cobiçarás…coisa alguma que pertença a teu próximo (Ex 20,17). Tu não desejarás para ti a casa do teu próximo, nem o seu campo, nem o seu escravo, nem a sua escrava, nem o seu boi, nem o seu jumento, qualquer coisa que pertença ao teu próximo. (Dt 5,21). Onde está o teu tesouro, aí está também o teu coração. (Mt 6,21).